Assista nossos Programas

sexta-feira, 31 de julho de 2015

Mercado de Peixe lança disco 'Água da Faca'


Grupo paulista aproxima cultura caipira das pistas de dança e dos guetos globais em novo trabalho com lançamento no dia 1º de agosto

Cúmbia digital, africanismos, garage rock, ritmos psicodélicos. Estes são alguns elementos presentes em “Água da Faca”, oitavo disco da banda Mercado de Peixe, que será lançado oficialmente no dia 1º de agosto nas plataformas digitais iTunes, Spotify, Deezer, Google Play, Napster Brasil, SoundCloud, YouTube, Rdio, entre outros.

O sexteto bauruense chamado de pós-caipira por fazer uma fusão envolvendo cultura pop e referências do interior de São Paulo, como a viola, a sanfona e as letras inspirados nos “causos”, apresenta o novo disco, no Teatro Municipal de Bauru, no dia 15 de agosto.

“Água da Faca” tem participações especiais do cantor e guitarrista Saulo Duarte, vencedor do Prêmio da Música Brasileira, em 2015, do percussionista Rômulo Nardes, da banda Bixiga 70, das cantoras Tika e Kika, do percussionista Junião e do cantor e multi-instrumentista Pipo Pegoraro. Este último também mixou o trabalho, que tem direção musical do multi-instrumentista e produtor Fernando TRZ, responsável pelos arranjos, acordeons e synths da banda.

Ao mesmo tempo em que se aproxima das pistas de danças e dos guetos globais, a ligação com a natureza presente no disco é resultado de uma série de imersões realizadas da banda no sítio São Lucas, em Piratininga, a 15 km de Bauru. Isolados da civilização, eles compuseram e fizeram os arranjos para as músicas que posteriormente ganharam registro em estúdios profissionais.

Gravado em São Paulo, Bauru e São Carlos, o trabalho foi realizado com o apoio do Governo do Estado de São Paulo, pelo Programa de Ação Cultural 2014 (Proac), da Secretaria de Estado da Cultura.

Além de Bauru, a turnê Água da Faca já tem datas confirmadas em Piratininga (16/8), no Festival Brasilidades, em Ribeirão Preto (12/9), e na festa de abertura do Festival Contato, em São Carlos (13/9).

Sobre o Mercado de Peixe
Formado em 1996, em Bauru, o Mercado de Peixe surgiu como um grupo que se dedicava à música brasileira e à cultura popular. Seu primeiro álbum, “Aparições”, com registros de apresentações ao vivo, saiu em 99.

No começo dos anos 2000, o grupo passou a pesquisar a cultura caipira e a incorporar viola, acordeon e as temáticas interioranas ao som.

Em 2001, após dois shows no Fórum Social Mundial, em Porto Alegre, apresentou o EP “A Saga Low Tech do Caipira 1”, sucedido por A Saga Low Tech do Caipira 2, em 2002.

“Roça Elétrica”, de 2003, relançado pela gravadora Atração, em 2004, levou a banda à grande mídia e consolidou o hibridismo das sonoridades e temáticas da cultura caipira com eletrônica, rock e black music.

Em 2006, o grupo explorou novos caminhos ao assimilar referências de afrobeat, música latina e letras mais livres. A experiência desembocou no álbum “Territórios Interioranos”, em 2008.

Em 2010, a banda voltou aos palcos e, em 2013, com a turnê XV, passou por dez unidades do Sesc.

Em 2014, o Mercado lançou o EP “Caminho do Peabiru”. “Água da Faca” é o oitavo lançamento do grupo, formado por Juninho Madureira (vocal), Fernando TRZ (synths, piano elétrico), Paulo Pires (bateria), Emerson Gomes Vanderlei (percussão, efeitos), Fabiano Alcântara (baixo) e Ricardo Polettini (guitarra e viola).

SERVIÇO

Banda Mercado de Peixe
Água da Faca (Independente, 2015)
Lançamento: 1º de agosto
CD: R$ 20

Download gratuito: www.mercadodepeixe.art.br
Streaming: iTunes, Deezer, Google Play, Napster Brasil, Rdio, Spotify, entre outros
Shows de lançamento do disco Bauru (15/8), Teatro Municipal; Piratininga (16/8); Festival Brasilidades, em Ribeirão Preto (12/9); e festa de abertura do Festival Contato, em São Carlos (13/9).