Assista nossos Programas

sexta-feira, 8 de janeiro de 2016

RICARDO VIGNINI E ZÉ HELDER LANÇAM “MODA DE ROCK II” NO SESC PINHEIROS


















Para quem acha que os universos da Viola Caipira e do Rock não dão uma boa mistura, certamente não ouviu ainda o trabalho de Ricardo Vignini e Zé Helder. Lançando seu segundo álbum, Moda de Rock II, a dupla de violeiros se apresenta em data única no Teatro Paulo Autran, do Sesc Pinheiros, dia 17 de janeiro, domingo, às 18h, com ingressos de R$ 12 (credencial plena do Sesc) a R$ 40(inteira).

Se no primeiro lançamento, Moda de Rock & Viola Extrema, de 2011, já era possível ouvir o virtuosismo e ecletismo da dupla, com reinterpretações instrumentais que variavam do Heavy Rock de Led Zeppelin ao Thrash Metal do Megadeth e Metallica, do Grunge de Nirvana ao Rock Progressivo de Jethro Tull e Pink Floyd, Moda de Rock II mantém o nível, ao trazer releituras à moda de viola para Refuse/Resist, do Sepultura, Raining Blood, do Slayer, We Want the Airwaves do Ramones, Diary of a Madman do Ozzy Osbourne, Thunderstruck do AC/DC e Laguna Sunrise do Black Sabbath ao estilo chamamé (gênero tradicional da província de Corrientes, na Argentina, Paraguai e regiões pantaneiras e gaúchas), entre outras.

Para essa apresentação, a dupla convida o guitarrista Robertinho de Recife para uma participação especial. “Tocamos já com muitos guitarristas, Pepeu Gomes, Kiko Loureiro, Andreas Kisser, Lúcio Maia, daí surgiu a idéia de convidar o Robertinho de Recife, de quem somos fãs e acompanhamos a trajetória há muito tempo. Talvez ele seja o guitarrista que mais tem uma relação com o nosso som, pois ele tem uma vasta experiência com a música regional e com o metal também”, declara Vignini. Além das canções dos dois álbuns, os violeiros preparam, ao lado do guitarrista, uma surpresa para o repertório.

Iniciado em 2007, o Moda de Rock surgiu como um desafio lançado por Ricardo Vignini e Zé Helder a seus alunos de Viola Caipira, para mostrar a potencialidade do instrumento. O que era uma brincadeira nas aulas de música tornou-se um projeto versátil, permitindo à dupla apresentações para públicos distintos, seja pelo Brasil, Argentina e Estados Unidos, totalizando mais de 300 shows.

Um show não apenas para apreciadores de Viola Caipira, mas para fãs de Rock e de música em geral.

SOBRE RICARDO VIGNINI

Ricardo Vignini é um dos violeiros mais atuantes do Brasil, produtor e pesquisador de cultura popular do sudeste. Com a banda Matuto Moderno, gravou cinco CDs. Lançou em 2010 o álbum solo instrumental Na Zoada do Arame e participou dos principais eventos sobre a viola no Brasil, EUA e França. Trabalhou com artistas americanos Bob Brozman em turnê brasileira em 2003 e Woody Mann em 2006 e 2008. Também tocou com Christiaan Oyens e o gaitista Sérgio Duarte, além da cantora Kátya Teixeira e André Abujamra.

Leciona viola caipira e guitarra há 22 anos. Produziu quatro CDs e um DVD do Índio Cachoeira. Tocou e gravou também com Socorro Lira, Pena Branca, Os Favoritos da Catira, entre outros. Trabalha com trilhas de publicidade e cinema . Em 2013, montou o power trio Mano Sinistra, com repertório voltado ao rock.

SOBRE ZÉ HELDER

O violeiro, cantor e compositor Zé Helder tem três CDs solos: A Montanha (2004) , No Oco do Bambu (2009) e Assopra o Borralho (2015) . Gravou também com o grupo Orelha de Pau (2002), além de participações em CDs e shows de diversos artistas, entre eles Guca Domenico, Levi Ramiro, Dani Lasalvia, Ceumar, Alzira Espíndola, e Ivan Vilela. Em 2010, passou a integrar o grupo Matuto Moderno, onde assumiu a viola (ao lado de Vignini) e os vocais (com Edson Fontes). Formado em Licenciatura Plena em Música, criou o curso de viola caipira no Conservatório de Pouso Alegre (CEMPA), e atualmente leciona o instrumento no Conservatório Municipal de Guarulhos.

SOBRE ROBERTINHO DE RECIFE

Carlos Roberto Cavalcanti de Albuquerque, conhecido como Robertinho de Recife, é um dos mais virtuosos guitarristas do Brasil. Com uma carreira que abrange desde música pernambucana à parceria com artistas tão distintos como Jane Duboc, Fagner e Hermeto Pascoal, seus riffs e licks foram essenciais à história do rock nacional, desde sua atuação com cantores da Jovem Guarda, como por ser um dos pioneiros do Heavy Metal no Brasil, com a banda MetalMania.

Na segunda metade dos anos 80, formou a banda Yahoo, de perfil mais comercial, famosa pelas versões em português de Love Bites, do Def Leppard e Angel, do Aerosmith.

Em 1990, lançou Rapsódia Rock, disco que mesclava repertório autoral e clássico, com notórios shows em que ficava a frente de uma orquestra, vestido de Mozart. Ficou 20 anos afastados dos palcos, focado em trabalhos de estúdio, como produtor. Atualmente, retomou as atividades do MetalMania , tendo lançado o álbum Back For More em 2014.

VEJA:
Moda de Rock interpretando Refuse/Resist (Sepultura):
https://youtu.be/Rmzr9f2iya8

MODA DE ROCK II: RICARDO VIGNINI E ZÉ HELDER

LANÇAMENTO DO CD COM PARTICIPAÇÃO DE ROBERTINHO DE RECIFE
Local: Teatro Paulo Autran (1.010 lugares)
Dia 17 de janeiro de 2016, domingo, 18h
Duração: 90 minutos
Classificação: Não recomendado para menores de 10 anos.
R$ 40,00 (inteira). R$ 20,00 (meia: estudante, servidor de escola pública, + 60 anos, aposentados e pessoas com deficiência). R$12,00 (credencial plena: trabalhador do comércio de bens, serviços e turismo matriculado no Sesc e dependentes).
Ingressos à venda pelo Portal sescsp.org.br a partir de 5/1, terça, às 16h30 e nas bilheterias do SescSP a partir de 6/1, quarta, às 17h30. Venda limitada a quatro ingressos por pessoa.


SESC PINHEIROS
Endereço: Rua Paes Leme, 195.
Bilheteria: Terça a sábado das 10h às 21h. Domingos e feriados das 10h às 18h.
Tel.: 11 3095.9400.

Estacionamento com manobrista: Terça a sexta, das 7h às 22h; Sábado, domingo, feriado, das 10h às 19h. Taxas / veículos e motos: para atividades no Teatro Paulo Autran, preço único: R$ 7,50.