Assista nossos Programas

quinta-feira, 8 de maio de 2014

FALECEU JAIR RODRIGUES

Jair Rodrigues no Festival Messiânico
Foto: Claudia Souza / Revista Músico!
Fonte: Wikipédia

Jair Rodrigues de Oliveira (Igarapava, 6 de fevereiro de 1939 — Cotia (SP), 8 de maio de 2014) foi um cantor brasileiro, pai de Luciana Mello e Jair Oliveira, e seguiu a carreira musical. Foi criado em Nova Europa, cidade do interior de São Paulo, onde morou até 1954; depois mudou-se com a família para São Carlos, onde pôde começar sua carreira musical.


Sua carreira musical começou quando foi crooner no meio dos anos 50 no interior de São Paulo, na cidade de São Carlos, lá chegando em 1954 e participando da noite são-carlense que era intensa na época, também com participações na Rádio São Carlos como calouro e com apresentações, vivendo intensamente em São Carlos, até o fim da década.
Em 1958 Jair Rodrigues prestou o serviço militar no Tiro de Guerra de São Carlos, como Soldado Atirador nº 134, que na época era denominado TG 02-043.1
No início da década de 60 foi tentar o sucesso na capital do Estado, e obteve-o participando de programas de calouros natelevisão.
Em 1965, Elis Regina e Jair Rodrigues fizeram muito sucesso com sua parceria no programa O Fino da Bossa, programa da TV Record.
Em 1966, Jair participou do festival daquele ano com a música Disparada, de Geraldo Vandré e Théo de Barros, desta vez em conjunto com o Quarteto Novo. Conhecido por cantar sambas, Jair surpreendeu o público com uma linda interpretação da canção.Disparada e A Banda, de Chico Buarque e interpretada por Nara Leão, eram favoritas. O festival acabou empatado. A partir daquele momento, sua carreira decolou e seu talento assegurou décadas de sucesso ao cantor. Jair lançou um álbum por ano e interpretou sucessos como O Menino da PorteiraBoi da Cara Preta e Majestade o Sabiá. Realizou turnês pela EuropaEstados Unidos e Japão. Em 1971, gravou o samba-enredo Festa para um Rei Negro, da Acadêmicos do Salgueiro, do Rio de Janeiro.
Nas décadas seguintes, sua produção diminuiu de volume; entretanto, Jair Rodrigues continua conhecido por sua grande energia e sua alegria contagiante.
Foi considerado pela crítica musical brasileira e internacional o Rei da Música Negra, sendo conhecido internacionalmente.
Jair Rodrigues faleceu no dia 8 de maio de 2014. O cantor morreu em casa, em Cotia, SP.
Diversos ícones da musica brasileira estão postando nas redes sociais, suas homenagens deste incrível cantor, como Gilberto Gil, que postou no Twiter uma foto dos dois no começo de suas carreiras. 2

Discografia:
  • Vou de samba com você (1964)
  • O samba como ele é (1964)
  • Dois na Bossa - Elis Regina e Jair Rodrigues (1965)
  • O sorriso do Jair (1966)
  • Dois na Bossa nº 2 - Elis Regina & Jair Rodrigues (1966)
  • Dois na Bossa nº 3 - Elis Regina & Jair Rodrigues (1967)
  • Jair (1967)
  • Menino rei da alegria (1968)
  • Jair de todos os sambas (1969)
  • Jair de todos os sambas nº 2 (1969)
  • Talento e bossa de Jair Rodrigues (1970)
  • É isso aí (1971)
  • Festa para um rei negro (1971)
  • Com a corda toda (1972)
  • Orgulho de um sambista (1973)
  • Abra um sorriso novamente (1974)
  • Jair Rodrigues dez anos depois (1974)
  • Ao vivo no Olympia de Paris (1975)
  • Eu sou o samba (1975)
  • Minha hora e vez (1976)
  • Estou com o samba e não abro (1977)
  • Pisei chão (1978)
  • Antologia da seresta (1979)
  • Couro comendo (1979)
  • Estou lhe devendo um sorriso (1981)
  • Antologia da seresta nº 2 (1981)
  • Alegria de um povo (1981)
  • Jair Rodrigues de Oliveira (1982)
  • Carinhoso (1983)
  • Luzes do prazer (1984)
  • Jair Rodrigues (1985)
  • Jair Rodrigues (1988)
  • Lamento sertanejo (1991)
  • Viva meu samba (1994)
  • Eu sou… Jair Rodrigues (1996)
  • De todas as bossas (1998)
  • 500 anos de folia-100% ao vivo (1999)
  • 500 anos de folia vol. 2 (2000)
  • Intérprete (2002)
  • A nova bossa (2004)
  • Alma negra (2005)
  • Jair Rodrigues - Programa Ensaio - Brasil 1991 (CD e DVD) (2006)
  • Festa Para Um Rei Negro (CD e DVD) (2009)
Referências: