Assista nossos Programas

domingo, 26 de maio de 2013

SÃO PAULO VAI INVESTIR R$ 80 MILHÕES EM TEATRO EM CAMPINAS



Anúncio foi feito pelo governador Geraldo Alckmin após participação na Virada Cultural Paulista no município
Descentralizar a cultura, levando equipamentos e eventos importantes não só à capital, mas também ao interior do Estado. Este é o objetivo do Governo de São Paulo, que possui projetos como a Virada Cultural Paulista e o Circuito Cultural Paulista. Neste domingo, 26, o governador Geraldo Alckmin participou da Virada, assistindo ao concerto da Osesp (Orquestra Sinfônica do Estado de São Paulo) em Campinas.
Na visita à cidade, Alckmin assinou decreto que autoriza a Secretaria da Cultura a firmar convênio com a prefeitura para a construção do Teatro Carlos Gomes. "São R$ 80 milhões, 1.200 lugares, um novo teatro de ópera à altura de Campinas, homenageando este grande campineiro, talvez o maior compositor do século 19, que foi Carlos Gomes", afirmou Alckmin. "Estamos descentralizando a cultura. Em vez de termos só equipamentos em São Paulo, estamos descentralizando para o interior", completou.
Assim que a prefeitura de Campinas concluir o projeto executivo do teatro, a obra poderá ser licitada. A licitação também será de responsabilidade da prefeitura, e o Estado liberará os recursos.
O teatro será construído dentro do Parque Ecológico Monsenhor Emílio José Salim. O governador Geraldo Alckmin assinou decreto que transfere, por 99 anos, o uso do parque ao município. O local possui cerca de 1,1 km² de área e projeto paisagístico de Burle Marx.
Concerto da Osesp

A apresentação da Osesp, que teve regência do maestro Roberto Tibiriçá, fez parte da programação da Virada Paulista, realizada pelo Governo de São Paulo em 26 municípios do Estado. A orquestra executou obras de Mozart, Schubert, Villa-Lobos e Beethoven.